Dom Eugênio Salles: “defensor intransigente da ortodoxia católica”, diz presidente do MAC

A Igreja Católica no Brasil e todos os seus fiéis amanheceram de luto nesta terça-feira. A notícia do falecimento de Dom Eugênio de Araújo Cardeal Salles, Arcebispo Emérito de São Sebastião do Rio de Janeiro, na noite desta segunda-feira, foi recebida por nós com muita tristeza e consternação.

Dom Eugênio Salles foi um dos nomes mais proeminentes da Igreja Católica no Brasil e se destacou pela proteção a refugiados políticos dos regimes militares da América Latina. Tenho a certeza que hoje ele descansa com paz em seu coração e na sua consciência, pois Dom Eugênio assim como São Paulo, combateu o bom combate. Hoje ele terminou a corrida, mas guardou a fé. (cf. II Tm. 4,7).

O cardeal-Arcebispo foi um guardião da fé. Defensor intransigente da ortodoxia católica, Dom Eugênio carregou até o fim as certezas adquiridas ainda na juventude, fazendo das certezas pétreas a sua maior qualidade. Sem almejar a unanimidade de que gozam os Santos, Dom Eugênio teve a coragem de não apoiar a corrente católica perigosamente próxima do marxismo que permanecesse popularíssima no clero latino-americano.

Dom Eugênio sempre esteve do lado de Deus e sempre foi fiel a Sé Petrina, dando-nos uma amostra de obediência, fidelidade e amor para com o Criador. A memória, hoje, deste grande Arcebispo nos mostra como é importante seguir o imperativo da Mãe de Jesus, “Maria disse: ‘Eis aqui a serva do Senhor! Faça-se em mim segundo a tua palavra’.” (cf. Lc. 1,38).

A memória deste grande homem de Deus, exemplo para todo o clero brasileiro, grande defensor dos mais necessitados e dos desamparados, nos deixa o exemplo de servidão, assim como foi o próprio Cristo: “Ele tinha a condição divina, mas não Se apegou à sua igualdade com Deus. Pelo contrário, esvaziou-Se a Si mesmo, assumindo a condição de servo e tornando-Se semelhante aos homens. Assim, apresentando-Se como simples homem.” (cf. Fl. 2, 6-7).

Nós do MAC rogamos a Deus pela alma de Dom Eugênio. Nossa fé católica e a crença na vida eterna nos leva a renovar com os fiéis da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro a certeza da ressurreição. O consolo que deve nos amparar nesta hora é contemplar, de forma agradecida, a vida de um homem que foi instrumento de Deus no mundo.

Enviamos de modo especial nossas sinceras condolências ao Arcebispo, Dom Orani João Tempesta, aos familiares e amigos, assegurando também a eles nossas fervorosas orações ao Imaculado Coração de Maria.

Tenhamos a certeza que Dom Eugênio, por sua fidelidade e pureza na fé e na conduta da vida, sendo partícipe da plenitude do sacerdócio de Cristo, será coroado de glória por Deus, como prêmio de sua solicitude à Igreja. Que este exemplo possa inflamar os corações de todos os fiéis brasileiros e do clero de todo o país.

Equipe.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: